A Terapia Ocupacional e a Intervenção Precoce na Infância

A Terapia Ocupacional e a Intervenção Precoce na Infância – De mãos dadas com as famílias, Pedro Rodrigues, Instituto Politécnico de Leiria, 2011

Para ajudar estas crianças e suas familias a superarem ou diminuírem as limitações que resultam dos atrasos de desenvolvimento é recomendado que se inicie, tão cedo quanto possível, uma intervenção transdisciplinar que inclua a prestação de serviços educativos, sociais e terapêuticos a estas crianças e às suas famílias, onde se inclui a Terapia Ocupacional (TO).

A Intervenção Precoce na Infância (IPI) é dirigida às famílias de crianças entre os primeiros dias de vida e os 6 anos de idade e promove condições facilitadoras do desenvolvimento global da criança, com vista a uma maximização das suas potencialidades, realizando uma intervenção que se pretende centrada na família.

22De acordo com a idade da criança, as suas necessidades, potencialidades, dificuldades, recursos e pedido da família, as actividades realizadas podem envolver um atendimento individual ou em grupo, nos 8 diversos ambientes do contexto de vida da criança (domicilio, creche ou jardim de infância) ou no edifício sede do Projecto de Intervenção Precoce (PIP).